CULTIVO DE ERVAS PARA CHÁ

Ter ervas frescas sempre disponíveis é o grande sonho de todo amante de chás.

Cultivá-las e colhe-las em casa assegura uma variedade de ingredientes com qualidade e sem misturas.

Isto é importante, pois os chás em saquinho que são vendidos nos mercados, além de não serem tão saborosos, permitem com que algumas propriedades nutricionais das ervas sejam perdidas.

O plantio caseiro e orgânico certifica o consumo de ervas saudáveis, livres de agrotóxicos e disponíveis a qualquer momento.

Confira a seguir como cultivar ervas para chá e quais são as mais indicadas para o plantio.

herbal-tea
Imagem de congerdesign por Pixabay

Não tem coisa melhor do que tomar um chá quentinho naqueles dias mais frios, não é mesmo? Mas saiba que os chás merecem ser degustados durante o ano todo, afinal, apresentam propriedades benéficas para o organismo além de acalmar e afastar o estresse.

Para garantir a presença destas propriedades terapêuticas e nutricionais, é muito importante consumir ervas in natura; e uma ótima forma de adquirir isto, é cultivando as suas próprias ervas para chá!

PASSO A PASSO – CULTIVAR ERVAS PARA CHÁ

Confira a seguir os passos e os cuidados para cultivar suas próprias ervas:

  • ESCOLHA UM LOCAL ADEQUADO

O primeiro passo é escolher o cantinho perfeito para plantar as ervas. Se você possui um quintal em casa, pode eleger um pequeno espaço de terra para este fim; mas se você tiver preferência ou se morar em apartamento, onde o espaço é limitado, você pode cultivar as ervas em pequenos vasos ou jardineiras.

Uma dica é colocar algumas pedras de brita no fundo do vaso e fazer alguns furos para escorrer a água.

Outro ponto importante: escolha um local que permita com que a planta receba luminosidade do Sol para favorecer o seu crescimento.

  • COMPRE O MATERIAL NECESSÁRIO

Depois de escolher o lugar ideal, o próximo passo é comprar os materiais necessários: sementes, mudas, vasos ou jardineiras. As ervas prontas para o cultivo são um boa alternativa para facilitar o desenvolvimento da planta.

O grande segredo para as ervas se desenvolverem com êxito, é plantá-las em terra fértil e preparada com adubo orgânico.

  • CUIDADOS BÁSICOS

Um cuidado importante que você deve ter com o cultivo de ervas para chá, é evitar com que haja o surgimento de pragas. Para isto, uma dica é plantar capuchinha ou outra espécie de flores amarelas. Isto atrai insetos e afastas as pragas.

Garantir a drenagem da água também é um ponto essencial, pois há algumas ervas que não sobrevivem se estiverem encharcadas.

Quanto à rega, ela deve ser feitas cerca de duas vezes por semana, podendo variar de acordo com a erva cultivada.

  • PRECAUÇÕES IMPORTANTES

Na hora de plantar as ervas, é necessário que você mantenha uma certa distância entre elas. Em um espaço de 30 centímetros, por exemplo, o ideal é cultivar somente três mudas. Entretanto, a hortelã dever ser plantada separada das outras ervas, pois as suas raízes podem dificultar o crescimento das outras plantas.

Outra precaução importante que você deve ter é com o excesso de ventos. Se o seu cultivo estiver em uma varanda, é importante dispor uma barreira de vidro, cerca de bambu ou outra planta grande que gera alguma proteção.

chá
Imagem de congerdesign por Pixabay

CULTIVO DE ERVAS PARA CHÁ

PLANTAS INDICADAS PARA ESPAÇOS PEQUENOS

Se você não possui muito espaço, confira a seguir quais são as ervas mais indicadas para o plantio e suas principais propriedades terapêuticas.

  • CAMOMILA (Matricaria recutita)

A camomila pode ser cultivada em jardineiras e hortas verticais.

Ela alcança até 40 centímetros de altura e gosta de solos argiloarenosos e não possui muita tolerância ao Sol.

Propriedades: a camomila apresenta efeito calmante além de diminuir o estresse e a ansiedade. O preparo correto do chá é por meio de suas flores.

  • CAPIM-LIMÃO (Cymbopogon citratus)

O capim-limão (também conhecido como capim-santo) se desenvolve melhor em terra mais seca e arenosa e você deve adicionar cerca de um terço de areia à terra e não regar em excesso. Para crescer de maneira adequada, o recomendado é plantar em vasos de boca larga. O ponto positivo de cultivar capim-limão, é que ele não precisa de muitos cuidados especiais.

Propriedades: é calmante além de auxiliar a tratar problemas gástricos e intestinais.

  • HORTELÃS (Mentha sp.)

Deve ser plantada principalmente em jardineiras já que a erva se espalha com muita facilidade. A hortelã se desenvolve melhor em solos férteis e ligeiramente úmidos.

Propriedades: apresenta propriedades analgésicas, trata problemas respiratórios e reduz desconforto gástrico.

hortelã
Imagem de pixel2013 por Pixabay
  • FUNCHO (Foeniculum vulgare)

Se desenvolver bem em solos drenados, leves e o seu cultivo é mais indicado em temperaturas amenas.

Propriedades: também chamado de erva-doce ou anis-doce, o funcho pode atuar no tratamento de gastrite e refluxo.

CULTIVO DE ERVAS PARA CHÁ

PLANTAS INDICADAS PARA CULTIVO EM CANTEIROS

Se você possui um espaço mais amplo, confira a seguir quais são as ervas mais indicadas para o plantio e suas principais propriedades terapêuticas.

  • CAVALINHA (Equisetum hyemale)

A cavalinha alcança até dois metros de altura e apenas se reproduz por brotamento, já que produz sementes e flores.

Propriedades: é diurética, antisséptica, auxilia no controle do peso e trata problemas ósseos.

  • CIDREIRA DE ÁRVORE (Lippia alba)

Quando plantada diretamente sobre o chão, pode alcançar cerca de um metro e meio de altura.

Propriedades: também chamada de erva-cidreira, a erva é calmante, analgésica, trata problemas respiratórios além de ser indicada para problemas menstruais.

  • ERVA-LUÍSA (Aloysia triphylla)

O plantio de erva-luísa (também chamada de verbena ou cidró), necessita de um local com contato direto com o Sol.

Propriedades: trata enxaqueca e cefaleias, gripe e má digestão.

Chá natural
Imagem de congerdesign por Pixabay

DICAS PARA A COLHEITA E PREPARO

Jamais retire as ervas com as mãos. Sempre utilize uma tesoura ou uma faca de serra. Se você colher de maneira inadequada, pode interferir do desenvolvimento da planta.

Quanto ao preparo do chá, uma dica importante é nunca ferver as folhas ou flores. Você deve primeiro ferver a água, adicionar a erva e depois deixar o chá em infusão por cerca de 10 minutos. Assim você preserva as propriedades medicinais e o sabor das plantas.

Ficou com vontade de montar a sua própria horta com ervas fresquinhas para preparar um bom chá? Tenho certeza que sim! E saiba que super vale a pena e não é difícil de fazer. Garanta mais saúde e sabor em seus chás!