6 Passos Evidenciados Para Criar Peixes em Casa

Já imaginou ter seu próprio negócio em 2018 de modo simples? Hoje você aprenderá como criar peixes em casa e ganhar dinheiro com isso.

Peixes
Imagem de Free-Photos por Pixabay

O caminho mais utilizado atualmente para criar peixes em casa é por meio de tanque solo.

Por certo, isto acontece pelo fato de ser a formato mais viável, já que seu custo benefício é muito bom.

Entretanto, contamos ainda com outros tipos de estruturas que podem servir de ambiente de criação de peixes.

Entretanto, antes de ponderar em montar a estrutura onde irá criar peixes em casa é interessante realizar um planejamento de todo o processo com o objetivo de ter um negócio lucrativo.

Gostou da ideia? Então continue lendo o artigo e confira todas as informações que o levará a ter um empreendimento de sucesso.

Em primeiro lugar, antes de pensar em começar a criar peixes em casa é fundamental fazer uma análise detalhada do mercado.

A princípio, o intuito dessa análise é descobrir quem serão seus clientes, ou seja, quem comprará de você.

Todavia não é apenas isto. Ainda é necessário saber o que os consumidores estão comprando no momento.

Por certo, você deve saber quais os tipos de peixe que podem ser criados em casa e os rentáveis.

Igualmente, deverá se atentar à quantidade de peixes que irá cultivar, o preço e as técnicas que serão utilizadas em se tratando de criar peixes em casa.

Criar Peixes em Casa – Veja 6 Passos Comprovados e Monte um Negócio de Sucesso

Espaço para criação de peixes
Imagem de skeeze por Pixabay

1.   Analise o Espaço Que Tem Disponível

Como falei no início do post, a melhor e mais rentável maneira de criar peixes em casa é em caixa solo, isto é, uma caixa d’água no chão.

Analise bem e Veja se tem espaço suficiente em sua casa, pois a depender da quantidade de peixes com que deseja começar, precisará de várias caixas.

As caixas usadas são as caixas d’água comuns em casas, as azuis e em cada uma com 500 L é indicado colocar no máximo 90 alevinos.

Isso equivale a aproximadamente 180 peixes em cada metro Cúbico de água.

2.   Pesquise o Mercado Antes de Criar Peixe em Casa

Inquestionavelmente, a pesquisa de mercado na piscicultura é tão importante quanto em qualquer outro tipo de negócio.

Assim sendo, a mesma atua realizando uma avaliação do perfil do consumidor de várias partes do mundo, afinal esse é um negócio que permite expansão de vendas de maneira ilimitada.

Da mesma forma, também é fundamental descobrir as tendências de consumo, possibilidade de expandir o negócio, comportamento do consumidor, parcerias comerciais, preços atuais dos produtos etc.

Além disso, é necessário pesquisar e montar uma rede de compradores, varejistas e distribuidores, certamente isso irá solidificar o empreendimento.

Se analisarmos bem, criar peixes em casa pode ser um negócio extremamente lucrativo e permanente.

Em síntese, após avaliar bem todas estas questões, já pode pensar no próximo passo que é determinar com quais espécies de peixes trabalhar.

Também pense na quantidade inicial da produção, qual preço irá cobrar tanto do o consumidor final quanto para empresas e quais serão seus fornecedores de insumos.

Outra questão importante ao pensar em criar peixes em casa é verificar qual a forma de trabalho dos seus concorrentes.

3.   Criar Peixes em Casa – Escolha os Fornecedores?

Sem dúvida, os fornecedores são um componente essencial para que seu negócio de criação de peixe tenha sucesso.

Como um piscicultor começará a criar peixes em casa sem um bom fornecedor de insumos?

Inquestionavelmente, não é recomendado comprar insumos de qualquer fornecedor, pois os mesmos devem ter o máximo possível de qualidade.

Um fornecimento sem bons precedentes não te dará a segurança de qualidade, preço justo e entrega no prazo acordado.

Por certo, a melhor maneira de conseguir fornecedores confiáveis é por meio da Associação de criadores ou também por indicação de setores públicos do ramo.

Um exemplo de escritórios rurais públicos são: O Ministério da Pesca, a EMATER e a Secretaria da Agricultura.

Sem dúvida, tais órgão vão de apresentar informações confiáveis sobre bons fornecedores, rações, insumos, alevinos e outros.

4.   Descubra Quem São Seus Concorrentes e de Qual Modo Trabalham

Da mesma forma que em outros tipos de negócios, deve-se considerar a concorrência um padrão de qualidade.

Os concorrentes é que vão te passar informações acertadas sobre o melhor tipo de peixe criar em casa, o preço que deve ser cobrado etc.

De certo, criar peixes em casa será menos trabalhoso se realmente pesquisar sobre os locais em que os concorrentes atuam e as metodologias utilizadas.

A maior vantagem de não pular essa etapa é que possivelmente, não cometerá alguns erros que a concorrência cometeu ou ainda comete.

Assim, terá maiores chances de ganhar dinheiro de verdade criando peixes em casa.

5.   Espécies de Peixes Lucrativas

 Tudo bem que existem pessoas que realmente gostam da ideia de criar peixes em casa.

No entanto, não se pode negar que esta é uma grande chance de ganhar dinheiro.

Refiro-me a dinheiro de verdade e não apenas gerar uma renda extra.

Desse modo, leve em consideração que alguns tipos de peixes possuem melhor receptividade pelos consumidores.

Por isso, se o objetivo é ganhar dinheiro com criação de peixe, a dica é escolher os rentáveis.

Com certeza, escolher as espécies certas, facilitará suas vendas posteriormente.

Considere ainda que os peixes escolhidos podem ter cultivo diferente, devem exigir técnicas distintas e, principalmente, terão um custo de produção maior ou menor.

Cada peixe consegue se adaptar melhor a um tipo de ambiente, então misturar espécies seria arriscado.

Inicialmente, pesquise por espécies que são parecidas e exigem técnicas parecidas.

Contudo, escolha aqueles que são mais consumidos pelas pessoas.

Atualmente, os peixes de maior demanda no mercado nacional são:

peixe carpa
Imagem de Daniel Wanke por Pixabay
  • Pacu
  • Carpa
  • Tilápia
  • Bagre africano
  • Merluza
  • Piau
  • Etc.

6.   Melhores Técnicas Para Criar Peixes em Casa

Após escolher os peixes, pesquise com cuidado sobre as melhores técnicas de criação dos mesmos.

Uma coisa bem importante é pensar no tipo de alimentação da espécie escolhida, pois caso o peixe se alimente de carne, o custo da produção será maior.

Agora que já viu as dicas sobre criar peixes em casa, que tal dar início ao seu empreendimento?