POR QUE É MAIS SAUDÁVEL COMER ALIMENTOS SEM AGROTÓXICOS?

A utilização de agrotóxicos quintuplicou nos últimos 30 anos no mundo. No Brasil, de acordo com o Ministério da Agricultura, foram adquiridos cerca de US$ 1,6 milhões em agrotóxicos, no ano de 1995.

Quatro anos depois, em 1999, este valor subiu para US$ 2,5 milhões.

Destinados a evitar pragas nas plantações, esses produtos químicos acabam sendo utilizados de forma indevida podendo gerar riscos a saúde e ao meio ambiente, tanto que as mortes por intoxicação pelo uso de agrotóxicos têm se tornando uma discussão frequente em saúde pública.

De fato os agrotóxicos são importantes para proteger a plantação, porém o seu uso excessivo e inadequado é muito prejudicial.

E além do mais, será que os seus benefícios compensam os seus riscos?

Saiba que os alimentos orgânicos sem a adição de substancias químicas são muito mais seguros e saudáveis para o consumo.

Quer saber por quê? Então confira a seguir.

O QUE SÃO AGROTÓXICOS?

Agrotóxicos são produtos químicos usados na agricultura com o objetivo de fazer o controle da infestação de insetos, pestes ou plantas daninhas que possam prejudicar o desenvolvimento das plantações.

Ou seja, eles combatem as pragas nos cultivos agrícolas tanto na produção da lavoura, quanto no transporte, distribuição e armazenamento.

O maior dilema na utilização dos agrotóxicos é referente às incertezas quanto a sua segurança para a integridade da saúde humana e animal, assim como para o meio ambiente. Por conta disto, o seu uso deve ser controlado e regulamentado pelos governos responsáveis em cada país.

De acordo com a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), há cerca de 15 mil formulações para 400 agrotóxicos distintos, sendo que aproximadamente 8 mil deles são licenciados no Brasil, que é um dos maiores consumidores deste produto químico no mundo.

HISTÓRIA DOS AGROTÓXICOS

Os agrotóxicos foram desenvolvidos no período da Primeira Guerra Mundial e foram amplamente utilizados na Segunda Guerra para prevenir o contágio de doenças geradas por insetos, principalmente a malária, já que infectava grande parte dos soldados.

Mais tarde, esse produto passou a ser utilizado na agricultura para proteger a plantação de infestação de pragas.

AGROTÓXICOS E MEIO AMBIENTE

A utilização inadequada de agrotóxicos gera desequilíbrio no meio ambiente. Eles podem prejudicar seres vivos que não são prejudiciais a plantação de extinguir certas espécies que são essenciais para o equilíbrio e o ecossistema daquela região.

O solo dos locais expostos ao uso de agrotóxicos pode reduzir a sua fertilidade, diminuir a sua biodiversidade além de gerar uma acidificação excessiva.

A atmosfera também é exposta a este produto químico, que pode permanecer em suspensão. Isto pode gerar contaminação de pessoas e animais que vivem próximas a região, ocasionando um quadro de intoxicação.

As águas também são constantemente contaminadas pelo uso de agrotóxicos. De acordo com o IBGE, a contaminação da água por estes produtos só perde para a contaminação por esgoto. Isto pode ocasionar na morte de plantas e animais aquáticos, prejudicando o ecossistema e equilíbrio natural.

AGROTÓXICOS E ALIMENTOS

Uma vez que são utilizados diretamente nos produtos agrícolas, os agrotóxicos permanecem neles, mesmo depois que forem lavados, já que impregnam nos alimentos.

Portanto, ingerimos uma grande quantidade dessas substâncias químicas quando não consumimos produtos orgânicos, sendo que isto favorece intoxicação e algumas doenças a longo prazo.

DOENÇAS CAUSADAS PELO USO DE AGROTÓXICOS

pulverizador
Imagem de zefe wu por Pixabay

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) são registradas cerca de 20 mil mortes por ano por conta da utilização de agrotóxicos.

A intoxicação pelo uso e contato com esses produtos químicos podem gerar diversas doenças, como:

  • Paralisia;
  • Doenças neurológicas e cognitivas;
  • Alergias e reações de hipersensibilidade;
  • Aborto e má formação fetal.

VANTAGENS DE CONSUMIR ALIMENTOS ORGÂNICOS

O consumo de alimentos livres de agrotóxicos apresenta diversas vantagens, tanto para a saúde quanto para o meio ambiente, como:

  • PROTEGE A SAÚDE

Evitar o consumo de alimentos com aditivos químicos como agrotóxicos, hormônios e antibióticos protege muito mais a saúde de reações alérgicas, doenças respiratórios, distúrbios hormonais e de fertilidade, problemas neurológicos e câncer.

  • OS ORGÂNICOS SÃO MAIS NUTRITIVOS

Mesmo que não haja algum estudo científico que comprove isto, é possível supor que a ausência de agrotóxicos faz com que o solo seja mais rico e equilibrado; fazendo com que os alimentos produzidos apresentem maiores concentrações de nutrientes e substâncias antioxidantes.

  • MELHOR AROMA E SABOR

Os alimentos livres de agrotóxicos ou qualquer outro produto químico apresenta mais sabor e aroma do que os alimentos cultivados em larga escala. Hortaliças orgânicas se desenvolvem ao seu tempo, mais lentamente e normalmente são menores.

  • POSSUEM CERTIFICAÇÃO

Todos os alimentos orgânicos disponíveis apresentam certificado de fontes seguras e confiáveis. Os produtos que são vendidos em supermercados devem constar o selo federal do SisOrg (Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica) que assegura se o produto processado ou embalado está mesmo conforme com os critérios exigidos, tanto os nacionais quanto os internacionais. Se o alimento for comercializado a granel, deve ser identificado adequadamente, seja por cartaz ou etiqueta.

  • COMPROMISSO COM AS GERAÇÕES FUTURAS

Como você já sabe, os agrotóxicos geram resíduos tóxicos que são prejudiciais ao solo, ao ar e a água. A agricultura orgânica condena e extingue a utilização de fertilizantes químicos e sintéticos ou qualquer outro aditivo, e se compromete em preservar o meio ambiente.

  • DÁ VALOR A BIODIVERSIDADE

Priorizar a preservação do meio ambiente proporcione um ecossistema mais equilibrado, apto para produzir alimentos saudáveis e nutritivos. A agricultura orgânica demonstra respeito pela natureza e pelos animais, gerando bem-estar às criações por meio do ambiente, alimentos e tratamentos corretos.

  • APOIA OS PEQUENOS PRODUTORES
Produtor rural
Imagem de Thomas McSparron por Pixabay

Na grande maioria das vezes, a agricultura orgânica é realizada por pequenos grupos familiares que possuem o propósito de se manterem atuantes dentro de uma perspectiva tecnológica e social que impõe a utilização de insumos de alto custo. Quando você adquiri produtos orgânicos, estará auxiliando o desenvolvimento da agricultura familiar.

Sempre que possível, opte por consumir produtos orgânicos. Você inclusive pode cultivar os seus próprios alimentos garantindo mais saúde e preservação ambiental.